Read Time:17 Minute, 2 Second

‘Vou melhorar algum dia?’: a repórter da BBC que luta contra covid há mais de 1 ano

0 0

lucy adams
Legenda da foto,

Lucy Adams, correspondente da BBC na Escócia, está doente desde março de 2020

Tenho 44 anos e, na minha mente, sou jornalista, mãe, esposa, ciclista, alpinista, nadadora e aventureira — assim como eu era há 16 meses. Mas, no meu corpo, sou como alguém com o dobro da minha idade. Quase todos os dias, acordo com dor e vou para a cama com dor. Tenho vertigens, enxaquecas e visão turva. Minhas articulações parecem ossos quebradiços raspando em metal.

Sou uma das 385 mil pessoas no Reino Unido que sofrem de covid longa por mais de 12 meses — e esse número está crescendo.

Para mim, tudo começou em março de 2020, quando peguei covid-19. Naquela época, não havia testes domésticos, mas eu tinha todo o conjunto de sintomas.

Eu não estava bem e entrei em contato com o NHS (sistema público de saúde britânico) da Escócia duas vezes porque estava com muita dificuldade para respirar. Todas as vezes, me disseram que, a menos que meus lábios estivessem azuis, deveria ficar em casa e me isolar.

cgnews
https://ichef.bbci.co.uk/news/1024/branded_portuguese/3435/production/_119356331_lucy_longcovid_oneedit.jpg

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Previous post Sonda da Nasa revela como é Marte ‘por dentro’
Next post A SES-MS (Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul) atualizou o mapa hospitalar de leitos clínicos e de UTI (Unidade de Terapi…