Read Time:1 Minute, 18 Second

Preso após briga de trânsito na fronteira e suspeito de chefiar facção criminosa usava doc…

0 0

https://s2.glbimg.com/YZhW-TXgpxr6U104IHLFjwSSdVU=/1200x/smart/filters:cover():strip_icc()/i.s3.glbimg.com/v1/AUTH_59edd422c0c84a879bd37670ae4f538a/internal_photos/bs/2020/z/v/AOMok1QnymLNdyfErTkQ/whatsapp-image-2020-01-21-at-12.03.20.jpeg

Ao ser abordado pela polícia, o suspeito apresentou documento com o nome de Edson Barbosa Salinas. Foi preso e passou por audiência de custódia, em que ficou determinada fiança de R$ 80 mil para soltura, a qual foi paga rapidamente.

No entanto, trabalho conjunto das polícias constatou que Edson não era o verdadeiro nome dele e que o então documento havia sido feito com base em dados falsos sobre os pais e sobre a data de nascimento, em um cartório de Aral Moreira, que também fica na fronteira com o Paraguai, em 2014.

O poder judiciário recebeu a documentação sobre a falsificação do documento e, diante disso, ficou decidido pela permanência da prisão do suspeito

O caso continua em investigação, sendo que a Polícia Federal, a Polícia Civil, as forças de segurança e as Autoridades Paraguaias trabalham em conjunto na apuração. O cartório em que o documento foi falsificado já foi alvo de investigação por suspeita de registros fraudulentos, tendo a tabeliã sido afastada em 2015.

O suspeito e mais dois homens armados foram presos domingo (19), pela Polícia Civil, enquanto discutiam após acidente de trânsito.

Policiais que reforçavam a segurança na região por conta da fuga de 76 presos do presídio de Pedro Juan Caballero, viram a cena da discussão, suspeitaram e abordaram o grupo. Um dos motoristas estava embriagado.

G1

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Previous post Emplacamento será suspenso para implantação de sistema da placa Mercosul no MS
Next post O bebê do vídeo não nasceu morto, sua mãe cantava para agradecer a Deus por ter tido um parto saudável