Read Time:3 Minute, 8 Second

o que tem de legal em ser programador?

0 0

Não é hoje, mas está pertinho. Nesta segunda-feira, dia 13/09, comemoramos o Dia do Programador, isto é, quando o ano não é bissexto, senão a data cai no dia 12/09. Sim, maluquices de programadores, para aproveitar o 256º dia do ano, porque 256 é a maior potência de 2 do ano. Vou deixar um link aqui para melhores explicações.

Eu tenho trabalhado com programação desde 2004, mas as primeiras coisas que fiz com programação foram em 1999 (sim, já tomei as duas doses). Criar programas de computador, mesmo que pequenos e “bobinhos”, é algo que sempre me fascinou.

Hoje a programação está muito mais ao alcance de todo mundo e é muito incentivada. As crianças estão começando a aprender noções de programação nas escolas. É como se fosse um segundo idioma, como o inglês, mas com o objetivo de se comunicar com as máquinas.

Já não dá mais para negar que a nossa vida depende dos computadores nos mais diferentes contextos e isso fica ainda mais claro quando você se dá conta de que essa definição engloba os smartphones, que são computadores que carregamos no bolso.

Não é preciso mais falar sobre a importância de saber mexer em computadores nos dias de hoje. Mas vou deixar uma frase de sabedoria que eu ouvi uma vez, de um amigo:

“Se você usa o computador, sem saber programar, você usa ele como você usa o seu microondas, apenas com a programação que alguém fez para você.”

É claro que o computador é um eletrônico que permite multiatividades: escrever um texto, ver um filme, ouvir músicas, calcular os gastos do mês. Mas a grande diferença do computador para os outros eletrônicos que temos em casa é que ele é uma máquina programável e é justamente essa característica que mudou o mundo.

Mas por que eu vou querer aprender a programar?

Sabe aquelas tarefas chatas e repetitivas que você faz no seu trabalho? Computadores são especialistas nisso. Se você tem coisas que faz que são apenas repetições, essas são as coisas que você poderia escrever um programa para automatizar, para poder ficar com as partes mais legais.

Você precisa de muito pouco para programar. Vamos subentender que você tem acesso a um computador, você precisa apenas de um editor de textos (tipo um bloco de notas, mas você vai querer um editor mais legal) e um compilador (ou interpretador) que é o que vai transformar o seu código em um programa executável. Tanto os editores quanto os compiladores possuem muitas boas opções grátis ou software livre.

Tendo o básico (o editor ou compilador) você já consegue transformar seus códigos em programas. Falta só um detalhe: aprender a escrever os códigos. 🙂

Você precisa aprender a lógica de programação, que é basicamente entender como o computador efetua as sequências de instruções, e aprender uma linguagem de programação, que é a forma de escrever essas instruções de um jeito ordenado e sem ambiguidades.

Todo mundo deveria aprender a programar? Não. Mas todos os que quiserem podem aprender. Vale muito a pena e até ajuda você a entender a tecnologia (e o mundo) de um outro jeito.

No ano passado, por ocasião do Dia do Programador, eu convidei amigos que são feras na área para compartilharem um pouco sobre o que é a parte mais legal em ser programador e isso virou um episódio muito legal no nosso podcast. Vou deixar abaixo, caso você queira ouvir essas opiniões que eu achei demais.

Aproveitando, parabéns a todos os programadores e programadoras por tornar o nosso mundo cada vez mais fantástico e por criar coisas a partir do nada (ou quase nada). Aproveitem o dia!

cgnews
https://conteudo.imguol.com.br/c/noticias/d1/2021/09/10/mulher-usa-notebook-laptop-1631285847620_v2_615x300.jpg

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Previous post Carros mais vendidos no mês de agosto
Next post Meu MS 11/09/2021 na íntegra