Read Time:2 Minute, 48 Second

MS produzirá 19,5 milhões de toneladas de grãos em 2020, aponta Conab

0 0

AUMENTO

MS produzirá 19,5 milhões de toneladas de grãos em 2020, aponta Conab

Estimativa aponta que a área cultivada do Estado deve atingir 4,96 milhões de hectares

8 JAN 20 – 18h:05SÚZAN BENITES

Mato Grosso do Sul terá produção de grãos recorde em 2020, conforme dados divulgados nesta quarta-feira (8) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em seu quarto levantamento. Conforme os dados, a produção de grãos está estimada em 19,57 milhões de toneladas na safra 2019/2020, aumento de 6,8% comparado ao desempenho da safra 2018/2019 de 18,31 milhões de toneladas. 
 
Além do volume produzido, o Estado deve ter aumento na área semeada, a estimativa é que sejam cultivados 4,96 milhões de hectares ou o equivalente a uma variação positiva de 1,9% em comparação à da safra anterior, quando foram registrados 4,87 milhões de hectares no Estado.
 
Entre as culturas, o destaque vai para a produção de soja, que chegará a 9,49 milhões de toneladas na safra 2019/2020, aumento de 11,6% em relação a safra anterior quando foram produzidas 8,50 milhões de toneladas de soja. A área semeada de soja também será 3,4% maior nesta safra com 2,95 milhões de hectares contra 2,85 milhões no ciclo anterior.
 
O resultado do milho também será positivo em Mato Grosso do Sul. O aumento no volume produzido é estimado em 3,1%, conforme o levantamento da Conab. No ciclo 2019/2020  a produção do milho será de 9,66 milhões de toneladas contra 9,37 da safra anterior. A quantidade de áreas de cultivo permanecerá exatamente igual com 1,86 milhões de hectares.
 
NACIONAL
 
A Conab aponta ainda que o País deve registrar um novo recorde na produção de grãos. A estimativa da safra 2019/2020 de grãos é de produção de 248 milhões de toneladas, aumento de 2,5% ou 6,1 milhões de toneladas em relação a 2018/2019.
 
Já a expectativa para a área semeada é de cultivo de 64,2 milhões de hectares, aumento de 1,5% em comparação à da safra anterior. As condições climáticas, que apresentaram certa instabilidade no início do plantio de verão, na maioria das regiões produtoras, tomaram agora um novo ritmo de normalização. A perspectiva é que os níveis de produtividade apresentem bom desempenho nessa etapa.
 
A cultura da soja, que vem mantendo a tendência de crescimento na área, nesta temporada também deve crescer a produção em 2,6% em relação ao ciclo passado, chegando a 122,2 milhões de toneladas.
 
Quanto ao milho primeira safra, a previsão é de aumento em 1,1% na área semeada, totalizando 4,15 milhões de hectares e uma produção de 26,6 milhões de toneladas, com ganho de 3,8% sobre a de 2018/2019. A favor desse desempenho, há fatores como o aumento nas exportações brasileiras do cereal e no mercado interno, derivados da demanda por confinamento e produção de etanol, mesmo a despeito da concorrência com a soja. 

Esse artigo foi útil para você?

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.



CORREIO DO ESTADO

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Previous post entenda o que é e se ajuda a emagrecer
Next post Menina acorrentada: Conselho Tutelar diz que já havia recebido outras denúncias