Read Time:1 Minute, 24 Second

Militares controlam acesso na fronteira entre Brasil e Bolívia: só atravessa quem trabalha…

0 0

https://s2.glbimg.com/xe-x5D5nNoLXJdn15GBdBAcMCKQ=/1200x/smart/filters:cover():strip_icc()/s04.video.glbimg.com/x720/8414651.jpg

Para conter a pandemia de Covid-19, militares brasileiros e bolivianos controlam o acesso entre os dois países, na fronteira. Em Corumbá, a 415 quilômetros da capital sul-mato-grossense, só atravessam trabalhadores que não tenham sintomas de gripe.

O governo da Bolívia havia anunciado na quarta-feira (18) que as fronteiras com o país seriam fechadas no dia seguinte. Já o brasileiro publicou portaria quinta-feira (19) na qual determina o fechamento de fronteiras do Brasil com países vizinhos da América do Sul.

Na manhã desta sexta-feira (20), a situação era tranquila na fronteira. Bem diferente do que foi visto no fim da tarde de ontem, quando as restrições começaram. No lado brasileiro, congestionamento de veículos e incertezas de quem aguardava para tentar atravessar.

Só atravessa para a Bolívia nascidos no país que estejam bem de saúde. A temperatura corporal de crianças, adultos e idosos é verificada e todos precisam responder a um questionário.

Uma das perguntas do questionário é qual é a cidade de origem. Se for de alguma com caso confirmado de Covid-19, a pessoa não entra na Bolívia.

Na região, há muitos bolivianos que trabalham em Corumbá. Estes são autorizados a ir para o Brasil. Porém, na volta passam pela fiscalização dos militares.

Além de fechar a fronteira, os governos bolivianos e brasileiros tomaram várias medidas. Tudo em prevenção à disseminação do coronavírus.

As secretarias estaduais de Saúde do Brasil, divulgaram, até 7h10 desta sexta-feira (20), 648 casos confirmados de novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil em 22 estados e no Distrito Federal.

G1

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Previous post Feira Central adere a recomendação e fecha as portas pelos próximos 15 dias
Next post Já lavou as suas mãos hoje? Google homenageia médico defensor da prática – 20/03/2020