Read Time:4 Minute, 24 Second

Interditada por violar decreto, empresa de call center reabre com menos funcionários

0 0

A empresa de Call Center BTCC de Campo Grande afirmou, em comunicado enviado na manhã desta segunda-feira (23), que reduziu o contigente de funcionários para voltar a funcionar. Na sexta-feira (20) e no sábado (21), duas unidades da empresa na Capital foram interditadas pela Vigilância Sanitária de Campo Grande por violarem o decreto municipal da Prefeitura que proíbe situações de aglomeração, devido ao novo coronavírus.

De acordo com o comunicado, empresa criou uma nova escala, e determinou intensificação da higienização dos ambientes comuns e de postos de trabalho individuais, além da disponibilização de álcool em gel e do “monitoramento constante e diário do estado de saúde dos empregados”- em caso de sintomas gripais, o trabalhador será aconselhados a se retirar do ambiente de trabalho e encaminhados ao serviço médico. A empresa também afirmou aos funcionários que desenha logística de recolhimentos por vans àqueles que não dispõem de transporte próprio.

À reportagem, funcionários rebateram as medidas e relataram que a medida ainda provoca aglomerações: cerca de pelo menos 40 funcionários estavam no mesmo ambiente e que a distância das estações não obedece distância de dois metros. Ainda segundo os relatos, parte dos funcionários dispensados ou estão em uso do banco de horas, ou em férias antecipadas. Metade da equipe inicia o turno às 7h e a outra às 13h30, e os atendentes ficam a uma baia de distância – o que, de acordo com as denúncias, não seria suficiente.

No último sábado (21), a segunda unidade da BTCC foi interditada por ocasionar aglomeração, violando o decreto municipal. As autoridades municipais aplicaram um termo de interdição e auto de infração à empresa, após confirmarem que havia aglomeração de trabalhadores, em discordância com o decreto municipal publicado no meio da semana.

A reportagem entrou em contato com a Vigilância Sanitária para confirmar se os documentos apresentados pela empresa foram liberados e aguarda posicionamento.

Apelo

A empresa destacou que a população pode colaborar com a situação dos call centers procurando meios digitais para resolver problemas que também podem ser resolvido por esses canais, como forma de evitar sobrecarregar os atendentes, bem como recorrer às opções de atendimento automático disponível nos menus de teleatendimento.

Confira a nota da BTCC na íntegra:

A partir desta segunda-feira, 23/03, a BTCC de Campo Grande vai trabalhar com um número reduzido de funcionários, com o objetivo de preservar a saúde e bem-estar dos seus colaboradores, familiares e sociedade em geral quanto à pandemia do coronavírus.

A empresa faz um apelo para que a população, ao entrar em contato com o call center, não selecione opção de falar com um atendente humano e que dê preferência às opções de solução via atendimento automático disponíveis no menu.

Outra alternativa para não buscar atendimento humano em call center é recorrer aos canais digitais das empresas que possuem aplicativos, sites e assistentes virtuais para atendimentos, vendas e reparos, opções estas já amplamente difundidas entre as empresas e ao alcance de qualquer usuário de serviços de telecomunicações.

Mesmo com contingente reduzido, a BTCC reforça seu compromisso na manutenção dos serviços essenciais de telecomunicações prestados à população no país, pois assegura que serviços prioritários funcionem normalmente, como a comunicação de hospitais, bombeiros, polícia, mercados, residências, casas de repouso de idosos, entre outros.

No call center, foram implementadas ainda as seguintes medidas alinhadas com as recomendações das autoridades sanitárias para garantir a segurança de nossos colaboradores, como:

 

  • Intensificação da higienização dos ambientes comuns e postos de trabalho individuais
  • Disponibilização de álcool em gel nos ambientes de trabalho
  • Monitoramento constante e diário do estado de saúde dos empregados, que ao menor sinal de mal-estar são aconselhados a se retirar do ambiente de trabalho e encaminhados ao serviço médico.
  • Intensificação dos turnos de desinfecção e limpeza, ocorrendo não só durante a madrugada, como também diversas vezes ao longo do dia.
  • Recomendação do uso do home office nas áreas em que é possível do ponto de vista técnico e a realização de trabalho remoto ou adoção de férias pelos trabalhadores com 60 anos ou mais, com doenças cardíacas, diabete ou outras doenças graves e gestantes.
  • Intensificação dos turnos de desinfecção e limpeza ocorrendo diversas vezes ao longo do dia
  • Separação de posições de atendimento com a distância de 2m
  • Alternância de uso de estações de trabalho, com atendentes com lugares fixos no turno da manhã e tarde, impedindo compartilhamento de equipamentos
  • Uso do home office nas áreas em que é possível do ponto de vista técnico e a realização de trabalho remoto
  • Adoção de férias pelos trabalhadores com 60 anos ou mais, com doenças cardíacas, diabete ou outras doenças graves e gestantes
  • Desenvolvimento de app educativo com informações sobre o Covid-19
  • Criação de canal de atendimento interno para receber reclamações, denúncias, sugestões ou solicitações de qualquer natureza de seus funcionários em relação às medidas de combate ao Covid-19.



midiamax

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Previous post O novo coronavírus pode ser transmitido por alimentos? – 23/03/2020
Next post Traficante engole cocaína para fugir da polícia quando fazia entrega a usuário em MS, mas …