Read Time:2 Minute, 54 Second

Deputado também caiu em buraco e ficou no prejuízo com estrago em veículo

0 0

O asfalto no bairro Royal Park, em Campo Grande, em frente a Cassems fez mais uma vítima: o deputado federal Vander Loubet (PT). Ele teve um prejuízo aproximado de R$ 1 mil, após ter a roda empenada e o pneu rasgado, após a pavimentação asfáltica ceder.

A reportagem do Jornal Midiamax noticiou nesta quarta-feira (29) a situação do professor Agilson Ferreira, quando tentava estacionar o veículo na rua Alameda Príncipe Renier. O carro Hyundai HB20 de cor branca, ficou com a roda presa após o asfalto ceder. Ele mora em Bela Vista, veio à Capital para uma consulta médica e saiu com um prejuízo grande.

Vander comentou na postagem no Facebook do Jornal Midiamax que a mesma situação tinha acontecido com ele, no mesmo local onde o professor tentou estacionar o carro.

O deputado contou que esteve na rua no dia 22 de janeiro no fim da tarde, a bordo de um veículo Chevrolet Trailblazer. Quando parou no local, o asfalto cedeu, a roda dianteira caiu no buraco, causando o prejuízo.

Loubet disse ter acionado o guincho para conseguir retirar o veículo do buraco. A roda ficou amassada e o pneu rasgou. Para conseguir andar com o veículo, o parlamentar usou o estepe, depois precisou pagar para desempenar a roda, comprar um pneu novo e realizar o serviço de alinhamento e balanceamento.

Vander Loubet não citou valores de quanto desembolsou pelo conserto. 

Em busca no Google, é possível ter uma noção de valores. O desempeno de uma roda Aro 18, no caso da Trailblazer custa a partir de R$ 60. O pneu de uma marca conhecida pode ser achado a partir de R$ 750 na internet. Já para alinhar e balancear, o custo gira em média de R$ 100. 

Já o guincho foi feito pela empresa seguradora do veículo, conforme a assessoria do deputado. Vander acionou a Sisep (Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos), e em resposta ao parlamentar, a secretaria disse que arrumaria o buraco. 

Porém, ainda segundo o deputado, até a data de ontem (29), o buraco continuava aberto com um pedaço de madeira que ele mesmo colocou no local para sinalizar a cratera.



midiamax

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Previous post Projeto documenta trajetória da proteção de dados no Brasil
Next post Prazo para pagar IPVA com 15% de desconto e Dpvat termina hoje