Read Time:2 Minute, 36 Second

Consultoria vai ajudar 250 lojistas da 14 de Julho a trabalhar com identidade de espaço

0 0

CAMPO GRANDE

Consultoria vai ajudar 250 lojistas da 14 de Julho a trabalhar com identidade de espaço

Prefeitura contratou entidade por R$ 200 mil para ajudar nas vendas em trecho revitalizado

5 JAN 20 – 09h:49ADRIEL MATTOS

A consultoria que o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul (Sebrae/MS) vai prestar aos lojistas do trecho revitalizado da rua 14 de Julho, em Campo Grande, vai desenvolver a ideia de definição de identidade da região. Isso quer dizer: o que pode ser explorado e como deve ser explorada determinada característica identificada na via, e ainda, como isso pode ser revertido em benefícios para as pessoas e para a cidade.

Em dezembro, a prefeitura contratou a entidade por R$ 200 mil para prestar o serviço. A consultoria será dada pelo arquiteto e urbanista, Caio Esteves. “Nosso processo passa por entender, de forma mais profunda, a vocação daquele lugar, as identidades das pessoas que lá moram, trabalham, visitam, compram, para, a partir disso, identificar como transformar aquele lugar em algo ainda mais diferente, que ele consiga ser percebido como uma marca, com uma identificação para as pessoas, e mais do que isso, através dessa identidade, a gente poder também orientar que tipo de ações, de atividades poderiam ter naquela região para que fosse ainda mais viva, mais ativa, mais vibrante, e se tornar um lugar diferente, querido”, explica o consultor.

Ele explica que o processo consiste em uma grande pesquisa com a colaboração e cocriação de vários setores específicos em um conceito guarda-chuva, que engloba as identidades do lugar para que gere um posicionamento que dará as diretrizes de comunicação, que tipo de negócio faz mais sentido, que atividades e ações no ambiente público podem ser feitas”. A intenção do Sebrae é atingir, em até quatro meses, 250 empresas instaladas na Rua 14 de Julho, entre as Avenidas Fernando Corrêa da Costa e Mato Grosso.

“Entendemos que uma obra dessa magnitude precisa de um acompanhamento agora que foi entregue. A proposta é agregar e contribuir para o desenvolvimento do comércio dessa região que estava passando por um grave processo de degradação. Com a 14 linda, acessível e aconchegante, agora é a hora de deixá-la ainda mais atrativa, e com essa consultoria será possível apontar que caminhos seguir”, pontua a coordenadora do Reviva, Catiana Sabadin.

Esse artigo foi útil para você?

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.



CORREIO DO ESTADO

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Previous post Juiz revê decisão e reduz para R$ 40 mil fiança de piloto que destruiu apartamento
Next post Papo das 6 desta segunda é com a Associação Comercial e Industrial de Campo Grande