Read Time:1 Minute, 7 Second

Banco Barclays é pressionado pelos acionistas por crise climática – 07/01/2020

0 0

Londres, 8 Jan 2020 (AFP) – Um grupo de acionistas do Barclays apresentará uma resolução na próxima assembleia geral para pressionar o banco britânico, cujo registro ambiental foi criticado por ONGs, para parar de financiar combustíveis fósseis em face da emergência climática.

A iniciativa, liderada por 11 investidores institucionais e mais de cem acionistas individuais, é coordenada pela ONG ShareAction.

Os investidores profissionais dessa iniciativa, que administram dezenas de bilhões de libras no total, incluem fundos de pensão das administrações locais, da Igreja Metodista e dos jesuítas na Grã-Bretanha.

A resolução pede ao Barclays, um dos maiores bancos de Europa, que elimine gradualmente o financiamento para empresas energéticas que não cumpram os objetivos do acordo climático de Paris para limitar o aquecimento global.

Segundo os promotores da iniciativa, será a primeira vez que uma resolução sobre a mudança climática seja submetida a votação em um banco europeu. Seus acionistas deverão se pronunciar sobre o assunto na junta geral prevista para maio.

A ShareAction destaca que, desde a assinatura dos acordos de Paris em 2015, o Barclays financiou mais de 85 bilhões de dólares em energia fóssil, principalmente carvão, considerado um dos recursos mais poluentes do planeta, o que o torna o banco com piores resultados na Europa, segundo ambientalistas.

jbo/acc/age/lca

cgnews
https://conteudo.imguol.com.br/c/interacao/facebook/uol-tilt.jpg

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Previous post Temporais podem atingir 11 capitais brasileiras
Next post Com maconha que seria vendida a R$ 20 mil, jovem é preso quando esperava motorista de aplicativo