Read Time:2 Minute, 29 Second

Ao fazer limpeza em terreno, família acha dezena de escorpiões em casa: ‘O jeito foi coloc…

0 0

https://s2.glbimg.com/qd7dPuFYBIRJZx0E8Ec1jv5W5W4=/1200x/smart/filters:cover():strip_icc()/i.s3.glbimg.com/v1/AUTH_59edd422c0c84a879bd37670ae4f538a/internal_photos/bs/2020/B/l/7aASzwSGAr1aONGn6QAg/whatsapp-image-2020-01-08-at-11.11.26.jpeg

A obra recém terminou quando a família decidiu fazer uma limpeza no quintal da casa, localizada na rua Palestina, bairro Santo Amaro, em Campo Grande. E foi só retirar os entulhos, há uma semana, que os escorpiões apareceram. Segundo a técnica de enfermagem Edinéia Oliveira Ajala, de 40 anos, uma dezena já foi recolhida e, com criança pequena em casa, a solução foi vedar os ralos e até colocar uma galinha na área externa do imóvel.

“Minha cunhada terminou uma casa aqui ao lado e os entulhos da construção estavam aqui. Meu marido também foi limpar a fossa e, assim que abriu, saíram dois escorpiões grandes. Logo depois, roçando o terreno, achamos mais. Eu fiquei desesperada, porque meus filhos de 7 e 11 anos andam aqui de bicicleta, brincam no quintal. Tem até uma casinha de boneca com brinquedos, mas, não deixo mais eles mexerem e o jeito foi colocar uma galinha no quintal como predadora”, afirmou ao G1 Edinéia.

Moradora há 16 anos no local, a técnica de enfermagem conta que nunca tinha visto tantos animais no quintal. “Ontem à noite meu filho foi tomar banho e tirou o pano que eu havia deixado no ralo. Pouco tempo depois, ele me gritou e achei um escorpião lá. Agora, parece que onde eu olho eu encontro os animais. Não tiro o olho dos meus filhos, aonde eles estão eu vou atrás para ver se tem algum bicho. Meu medo é de pisarem em algum escorpião e agora vou buscar orientações no CCZ [Centro de Controle de Zoonoses]”, ressaltou.

Galinha foi colocada como predadora no quintal de casa em Campo Grande, diz moradora — Foto: Edinéia Ajala/Arquivo Pessoal

Galinha foi colocada como predadora no quintal de casa em Campo Grande, diz moradora — Foto: Edinéia Ajala/Arquivo Pessoal

A gerente técnica do Serviço de Controle de Roedores, Animais Peçonhentos e Sinantrópicos (Scraps) do CCZ, Christianne Eufrasio De Medeiros, explicou que o lixo acumulado em terrenos, com vegetação alta e material orgânico em decomposição, é local propício para a proliferação de escorpiões.

“Se houve madeira ou resto de materiais de construção, os insetos, principalmente baratas, estarão ali e são o alimento dos escorpiões. É importante limpar estes locais e também vedar os ralos com o sistema abre e fecha, além de não esquecer os ralos da pia que também fazem parte do esgoto. A pessoa pode jogar água sanitária e vedar, em seguida, mantendo fechado na hora do banho”, explicou.

Ainda conforme Medeiros, no caso de acontecer um acidente com o animal, é importante procurar ajuda médica. “Vá até uma unidade imediatamente, principalmente a UPA [Unidade de Pronto Atendimento] que possui atendimento 24 horas. O veneno é uma neurotoxina que cai na corrente sanguínea e pode chegar rápido ao coração, então, quanto mais rápido o atendimento, melhor”, finalizou.

Outros escorpiões achados por família em imóvel de Campo Grande — Foto: Edinéia Ajala/Arquivo Pessoal Outros escorpiões achados por família em imóvel de Campo Grande — Foto: Edinéia Ajala/Arquivo Pessoal

Outros escorpiões achados por família em imóvel de Campo Grande — Foto: Edinéia Ajala/Arquivo Pessoal

G1

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Previous post Receita abre consulta a lote residual do Imposto de Renda
Next post Servente preso nega se esfregar em mulheres dentro de ônibus e diz que apenas esbarrou